3 de julho de 2011

Homenagem a Jim Morrison. 40 Anos de Sua Morte




Noite Estranha dos Sonhos Jovens.

Noite quente que eleva os sonhos jovens.
Todos estão vívidos, curtindo e ouvindo The Doors.

Que se abram as portas da percepção!

Dançar nu na praia.
No brilho da lua.
No som do mar.
Na sintonia do poeta condutor.

A brisa da tempestade que chega
Excita-me e me faz natureza
A dança da chuva
E a fogueira que se apaga.

Vamos Pam
Vamos fugir para o outro lado.
Vamos nos conduzir
Vamos enlouquecer!

Ah, como é doce o despertar
O confronto com o medo.
A cobra que tenta nos abocanhar.
Na euforia de nossas mentes.

Oh, baby.
Quão ingênua és tu.
Liberte-se
E venha comigo para o oeste.
No oeste tudo é melhor.

A morte é o fim?
O fim é logo ali?
Sim, o fim está ao seu redor.
O sentido da vida é você quem faz.
Bela e doce Pam!


Flávio Cuervo



acesse o wikipedia e leia a biografia do músico e poeta:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jim_Morrison

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.